A Naturopatia segundo a Organização Mundial de Saúde  é um conjunto de práticas  ancestrais consolidadas em  conhecimentos filosóficos, técnicos e científicos que visam a promoção e o cuidado à saúde onde o indivíduo é o próprio agente do seu processo de resgate e cura. Os principais sistemas ancestrais estudados e aplicados pelo Naturopata são a fitoterapia, acupuntura, homeopatia, florais, yoga, meditação, nutrição natural, ayurveda, terapias por imposição das mãos, entre outros. No Brasil a Naturopatia é também conhecida como Práticas Integrativas e Complementares em Saúde – PICS e faz parte do SUS – Sistema único de Saúde. O Ministério do Trabalho e Emprego – MTE  reconhece o NATUROPATA através do CBO – Código Brasileiro de Ocupações.

A Naturopatia é praticada em diversos países como Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Alemanha, Austrália, Índia, entre outros. Nesses países a Naturopatia é uma atividade regulamentada.

No Brasil o SUS através da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde abre o caminho para a expansão dessa atividade.

FORMAÇÃO

A formação do Naturopata no Brasil ainda é bastante limitada. Alguns Cursos Livres existem ministrados nem sempre por instituições de ensino ou que atuem regularmente na área. A maioria dos cursos são informativos.

Existe no Brasil a graduação em Naturologia que não é o mesmo que Naturopatia. A OMS vem orientando em suas publicações que a formação do Naturopata aconteça à nível de Pós-Graduação.

O Instituto Roberto Costa – Naturopatia em conjunto com a Faculdade Espírita de Curitiba vem oferecendo desde 2016 a Especialização em Naturopatia-PICS num Curso de Pós-Graduação em 18 módulos.

 

 
 
Área Restrita
  Login:
  Senha:
 
Nossos Artigos:
 
  
Instituto Roberto Costa


Aguarde...